Problemas na paratireoide: qual a relação hormonal com rins? - Instituto Lithos

Problemas na paratireoide: qual a relação hormonal com rins?

Falha nos rins
Pedra no rim pode levar a perda do órgão? Descubra aqui
14 de setembro de 2018
Alimentos saudáveis
Alimentação ideal para cada tipo de pedra nos rins. Sabia disso? 
19 de setembro de 2018
Show all

Problemas na paratireoide: qual a relação hormonal com rins?

Problemas na paratireoide

A saúde dos rins depende, além da hidratação, da alimentação adequada e de muitos outros fatores, da homeostase do organismo. Sendo assim,  as glândulas, que produzem hormônios, são fundamentais para a manutenção do sistema renal. Entenda agora como problemas na paratireoide — pequenas glândulas na tireoide — afetam os rins.

O hiperparatireoidismo é um dos problemas causados por disfunções nas paratireoides. Além desse mal, as pedras nos rins são outro contratempo que podem surgir por conta de alterações nesses pequenos órgãos que regulam o sistema hormonal.

O que é paratireoide e quais os sintomas de seus distúrbios?

As paratireoides são quatro glândulas diminutas, que ficam acopladas à tireoide, uma glândula maior que fica no pescoço. Elas produzem um hormônio chamado paratormônio, que regula a quantidade de cálcio e outras substâncias enviadas ao sistema sanguíneo.

O nosso sangue irriga todo o organismo e qualquer disfunção na produção de paratormônio pode afetar os ossos, tecidos, e principalmente o sistema renal. A produção excessiva do paratormônio, chamado de hiperparatireoidismo, produz vários sintomas que você pode observar abaixo.

  • Dor nos ossos e articulações;
  • Sensação de fraqueza no corpo;
  • Indisposição;
  • Falta de apetite;
  • Urinar em excesso;
  • Dores no abdômen;
  • Ter náuseas e vômitos;
  • Sentir muita sede o tempo todo;
  • Depressão.

Entre as consequências graves que podem ocorrer em quadros avançados dos problemas na paratireoide, estão a osteoporose e o cálculo renal.

Como os problemas na paratireoide afetam a saúde dos rins?

saúde dos rins está diretamente ligada ao funcionamento das paratireoides, pois é no órgão renal que o cálcio e outras substâncias se acumulam. Essa concentração de elementos, que deveriam ser expelidos na urina, podem causar as pedras nos rins.

As pedras de cálcio são as mais comuns entre pacientes que sofrem com esse problema, mas existem outros tipos de cálculos nos rins, originados por outras substâncias. Nesse caso específico, em que o excesso de cálcio gera as massas que solidificam e formam os cristais, o tratamento do problema deve ser feito de forma ampla.

Não deve ser consultado apenas o urologista, que é o médico especialista em rins e nos sistemas urinários masculino e feminino, como também o endocrinologista, que cuida da saúde das glândulas e sistema endócrino. Ele deverá solicitar exames diagnósticos e indicar até cirurgias, que podem corrigir disfunções nas glândulas paratireoides.

O cálculo renal é um problema que pode ser grave e que afeta a qualidade de vida das pessoas acometidas pelo transtorno. E, em conjunto com distúrbios nas glândulas hormonais, essa situação pode se agravar e chegar a quadros que podem levar até à insuficiência renal.

Prevenir-se desses problemas, indo ao urologista e realizando exames de rotina, é um modo de evitar maiores riscos à sua saúde. Antes fazer consultas periódicas, a sentir alguns dos sintomas tratados aqui e ter de correr para fazer uma cirurgia.

Para tratar dos problemas na paratireoide e nos rins, que exigem urologistas e endocrinologistas, nada melhor que ir a um local com ambos especialistas. Nossa clínica conta com os profissionais para consultas, exames e procedimentos, e atende diversos planos. Entre em contato conosco e agende um horário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *