Descubra aqui como é feito o diagnóstico de cálculo renal - Instituto Lithos

Descubra aqui como é feito o diagnóstico de cálculo renal

calculo renal região lombar
Como saber se a dor intensa na região lombar é um cálculo renal?
5 de janeiro de 2018
Entenda o que é pedra no rim, as causas e os principais sintomas
15 de março de 2018
Show all

Descubra aqui como é feito o diagnóstico de cálculo renal

Um dos principais sintomas das famosas “pedras nos rins” são as intensas e constantes dores na região da lombar. Porém, ninguém precisa ficar sofrendo à toa, já que atualmente existem diversos exames que fornecem o diagnóstico de cálculo renal.

Neste post, você entenderá a importância de identificar o problema com agilidade e conhecerá exames rápidos e acessíveis para descobrir se aquela dor pode ser cálculo renal, além de saber como procurar um especialista. Confira!

Por que o diagnóstico deve ser rápido e especializado?

O cálculo renal é uma doença extremamente comum, com uma incidência maior em pacientes obesos, diabéticos e hipertensos. Hábitos nocivos à saúde, como o tabagismo e o alcoolismo, também contribuem para o surgimento de pedras nos rins.

Os pacientes com cálculo renal também têm maiores chances de ter uma perda renal no futuro. Isso se deve ao fato de que o tratamento precisa ter diversos fatores envolvidos.

Afinal de contas, não adianta ter uma ótima alimentação e não absorver o que o corpo necessita de água todos os dias. Da mesma forma, também não funcionará tomar muita água e não controlar problemas de pressão, por exemplo.

Quando fazer o diagnóstico de cálculo renal?

O cálculo renal pode aparecer no organismo de forma assintomática e, frequentemente, é encontrado em ultrassonografias que foram realizadas por outros motivos. Quando o cálculo é sintomático, a manifestação mais comum é a cólica renal.

Pedras com tamanho superior a 6 milímetros precisam de tratamento rápido, porque em situações mais complexas, o paciente poderá apresentar infecções do trato urinário e infecções generalizadas no sangue, sofrendo até mesmo risco de vida. Os sintomas dos cálculos renais são:

  • cólica na região lombar, irradiando para a virilha;
  • dor ao urinar;
  • sangue na urina;
  • náuseas e vômitos;
  • vontade de fazer xixi;
  • febre acima de 38ºC;
  • diarreia.
Como diagnosticar o cálculo renal?

Existem diversos exames para diagnosticar o cálculo renal. Alguns deles têm um custo relativamente baixo comparado à real importância de estar sempre atento à saúde dos seus rins. Abaixo você conhecerá os exames mais rápidos e eficientes.

Exame de sangue

Simples e eficazes, estes exames avaliarão se os rins estão funcionando de forma precisa a partir de indicadores como ácido úrico, ureia, creatinina e cálcio. Qualquer valor alterado dessas substâncias indica problemas nos rins, ficando a critério do médico avaliar o motivo destas alterações.

Teste de urina

A urina precisa ser coletada durante 24 horas seguidas, avaliando a capacidade do corpo em eliminar substâncias que contribuam para a formação de cálculos renais. O teste analisa também a existência de micro-organismos causadores de infecções, assim como a confirmação de pequenos pedaços de pedras presentes na urina.

Raios-X

São feitas imagens de raios-X das costas, na altura dos rins. Dessa forma, o exame é capaz de identificar se há alterações nesses órgãos.

Ultrassom

Esse exame atualmente é o mais completo, pois além de identificar a presença de cálculos, durante o exame o médico analisará a quantidade e o tamanho deles, permitindo também detectar se há inflamação em algum órgão.

Tomografia computadorizada

Atualmente é o exame mais completo, capaz de proporcionar imagens do corpo em diversos ângulos. A tomografia facilita a identificação de pedras, mesmo que estejam presentes no organismo em tamanhos bem pequenos.

O diagnóstico de cálculo renal se faz cada vez mais urgente. Estima-se que, no Brasil, em cada 10 adultos possua um dos variados tipos da doença. Por ser uma patologia silenciosa em seu estágio inicial, 60% deles desconhece a sua condição.

Agora que você entendeu a importância do diagnóstico precoce do cálculo renal, entre em contato com a gente para conhecer nossas opções de atendimento personalizado e agendar o seu exame!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *