Conheça os hábitos que podem aumentar as chances de desenvolver pedras nos rins - Instituto Lithos

Conheça os hábitos que podem aumentar as chances de desenvolver pedras nos rins

Evento de inauguração do Instituto Lithos
19 de outubro de 2017
O crescente número de casos de litíase urinária na infância
13 de novembro de 2017
Show all

Conheça os hábitos que podem aumentar as chances de desenvolver pedras nos rins

Os casos relacionados ao surgimento de pedras nos rins aumentaram em média 20% nos prontos-socorros. Um dos principais sintomas relacionados são dores intensas causando crises que começam na região lombar e se espalham para a região abdominal e genital. Existem fatores que podem levar ao desenvolvimento deste quadro. São eles:

 

Predisposição genética: Há pessoas com maior predisposição a desenvolver cálculos renais, pois possuem distúrbios de origem hereditária na absorção de minerais no intestino, facilitando esse acúmulo nos rins.

 

Ingerir pouca quantidade de líquidos: A ingestão de pouca quantidade de líquidos é considerada um dos fatores mais relevantes no desenvolvimento de pedras nos rins.

 

Segurar urina por um longo período de tempo: Esse hábito prejudica o bom funcionamento dos rins, podendo causar infecção urinária e cálculos renais por meio da formação de cristais.

 

Níveis elevados de sódio: O consumo de sódio em grande quantidade impede a absorção do cálcio pelo organismo e aumenta a possibilidade de formação de micro cristais nos rins.

 

Consumo de álcool: O álcool inibe um hormônio antidiurético chamado vasopressina, que faz com que o corpo absorva a água presente na urina.

 

Consumo em grande quantidade de carne vermelha: Consumir muita carne vermelha facilita o acúmulo de ácido úrico e pode causar crises de gota e cólicas renais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *